O PAI MENTE A RENDA OU OMITE PARA DIMINUIR A PENSÃO?

  • 3 de Dezembro de 2021

O pai mente ou omite a renda para diminuir a pensão? Calma! Seja fria como ele e comece a investigação simples:

1. Vá ao Facebook do pai, nas opções "Check-in" e tire print do mapinha de viagens dele no ano. Tire print das fotos das viagens também.

2. Faça uma breve pesquisa dos preços de viagens e hospedagens para os lugares que esse viajou.

3.  Muita atenção às publicações que visem ostentar. Tire print delas, inclusive fotos deles nas baladas.

4. Faça uma breve pesquisa dos preços dos ingressos pagos e se a festa era Open. Anote tudo.

5. Tirem print dos veículos utilizados, mesmo que não estejam no nome do pai. Se ele usa habitualmente o veículo, estende a posse. Isso é importante porque veículos tem gastos como gasolina, manutenção, ipva, reparos, seguros, etc...

Esse tipo de documentação complementa o conjunto de provas, para ajudar no convencimento do juiz, de que o rendimento alegado pelo pai não daria para custear tudo o que ele fez, ou tudo o que tem.

6. Ele te bloqueou no Face/Insta ou excluiu?! Fique atenta aos posts de amigos e parentes, pois sempre tem aquele amigo que tira foto e faz todo o serviço para você. 

7. Nada disso deu certo? Não se desespere. O seu advogado ainda pode pedir para que o juiz oficie bancos, INSS, Receita Federal, empresas e outros órgãos capazes de demonstrar o real rendimento dele. Ainda, pode-se pedir a quebra de sigilo bancário do pai e relação de contribuições no INSS.

8. Ele é autônomo? Calma, não se desespere também. Solicite um orçamento do serviço dele, ou peça para alguém solicitar. Junte comprovantes de que ele tem serviço regularmente e faça uma média do rendimento pelo orçamento repassado.

9. Ele vive com os pais? Os pais custeam todos os gastos dele? Isso não importa! A investigação será a mesma para buscar o valor aproximado da renda. Se ele não pagar, cobre os avós.

São dicas básicas e bem pontuais para dar xeque mate em quem tenta burlar a lei. Mantenha a calma e faça isso friamente. Lembrem-se que, assim como num jogo de xadrez, o desespero só te prejudica. Calma e atenção nos detalhes.

 

Dr. Luiz Antônio Vogel Jr – OAB/SC 25.134

 

Direito Cível
por: Luiz Antonio Vogel Junior – OAB/SC 25.134