O sharenting e os filhos de pais separados. Compreenda a prática de compartilhar fotos e informações pelos pais

  • 20 de Junho de 2022

A prática de compartilhar fotos e informações acerca dos filhos e o exercício da parentalidade passou a ser conhecida como “sharenting”, termo criado da junção das palavras em inglês “share” (compartilhar) e “parenting” (criação, cuidado parental)

Talvez você não saiba, mas o “sharenting”, fenômeno de postar informações, fotos e dados de crianças e adolescentes nas redes sociais de forma exagerada, tem sido prática de muitos pais/responsáveis que possuem o filho menor sob sua tutela.

O álbum de fotografias, que antes estava sempre a mão quando uma visita surgia, mudou de forma e ganhou as redes sociais. Por lá, sobram fotos do bebê dormindo, comendo, brincando, a serem vistos, de forma digital, por centenas e até milhões de usuários.

Apesar das boas intenções e motivos no momento das postagens, tais atitudes podem causar danos e conflitos com o direito de personalidade da criança e com o direito do responsável legal exercer sua liberdade de expressão. 

É muito importante que os pais/responsáveis fiquem em alerta para os perigos do ciberespaço, muitas vezes desconhecidos pelos mesmos. Isso porque, não existe regra fixa para definir quando direitos de personalidade das crianças estão sendo desrespeitados nas redes sociais. 

Quer saber mais? Procure um advogado de sua confiança! 

Direito de Família
Por: Isabel Caroline Proença Oliveira dos Santos – OAB/SC 60.491